Ajuda
Ajuda:Para realizar uma Busca no Guia Angra dos Reis , digite a palavra chave referente ao que você procura. Ex.: se você busca hotéis, pousadas ou motéis em , digite: hoteis, pousadas, hotel, pousada, hospedagem, motel etc... Se você busca concessionárias em , digite: concessionária, revenda, carro, automóvel, veículos etc... Se você busca por restaurantes em , digite: restaurante, comida, delivery, kilo, disk, pizza etc... , Se busca por imobiliárias, digite: imobiliárias, imóveis, apartamentos, casas, kitnet ou entre no nosso banco de imóveis no menu abaixo.
>> Fechar

ANÚNCIOS GRÁTIS

ARTIGOS

Animais & PET
Guia Angra dos Reis

A DENTIÇÃO DO CÃO

Seja qual for a raça, com algumas exceções, o aspecto, tamanho e pelagem do cão desta espécie zoológica tem diversas características morfológicas, fisiológicas e osíquicas que a caracterizam e identificam de outras próximas e parecidas. Na grande maioria dos cães, o aspecto potente e sólido das peças dentárias chama muito a atenção, assim como a robustez das mandíbulas e os músculos da bochecha que impulsam e facilitam a movimentação dos dentes.

A fórmula dentária dos cães adultos é composta por 42 peças, distribuídas assim: Mandíbula superior, com 6 incisivos, 2 caninos, 8 pré-molares e 4 molares, dispostos de forma simétrica da direita para a esquerda. Mandíbula inferior: 6 incisivos, 2 caninos, 8 pré-molares e 6 molares (2 mais que na superior). A maioria das raças de cães possuem ou devem possuir um ajuste perfeito dos caninos, de forma que a boca se feche de maneira hermética. Este tipo de dentadura é chamada de "fecho de tesoura".

Alguns tipos podem ter como características específicas e não defeituosas o avanço ou retrocesso da mandíbula superior ou inferior. No boxer concretamente se considera o prognatismo ou avanço da mandíbula inferior, uma característica racial que, por outra parte, faculta estes animais para a mordida progressiva ou de "presa", que faz com que, sem soltar o bocado, o cão vá ganhando terreno sobre a superfície ou volume da presa enganchada.

Os cães mudam a dentadura juvenil "de leite", composta de menos peças, entre os 3 ou 6 meses de idade, apresentando, geralmente, todas as peças aos 7 ou 8 meses. A idade aproximada dos cães pode ser descoberta pelo estado de desgaste dos diferentes dentes, mas também deve-se levar em consideração outras características fisiológicas e morfológicas, pois todas juntas podem determinar de forma mais ou menos correta a idade do cão.

A particular forma dos dentes destes animais com "caninos" cônicos, robustos e afilados adequados para a "prisão", e os pré-molares cortantes, assim como os molares, guarnecidos de coroa trituradora, deve conservar-se no melhor estado possível, livre do sarro e, obviamente livre de cáries.


Artigos Anteriores:

17/02/2009
A DENTIÇÃO DO CÃO

02/01/2009
Como instruir o cão a fazer as necessidades num jornal

Guia Angra dos Reis - Seu Anúncio na Internet - Mapa do Site

Copyright© 2018 - Todos os Direitos Reservados - Parceiros

hotel | pousada | imoveis | informática | motel | diversao | bares | pizzaria | Aquário | cinema | turismo | clube | flores | cestas | estética | chopp | churrasco |


Lanchonetes Letreiros Banca de Jornais Avicultura Terraplanagens Produtos e Artigos Esportivos Churrascarias Desentupidora Marcenaria Choperias Blocos de Concreto Lajes Piscinas Alarmes, CFTV, Monitoramento Dedetização Informática - Equipamentos, Peças e Suprimentos Lan House Doces e Salgados Mármores e Granitos Ar Condicionado